sábado, 3 de dezembro de 2016

De passagem....

Entrando no Facebook e lendo as postagens lá colocadas, me deparei com essas pérolas, postadas e compartilhadas pelo nosso Ir.'. Francisco Kauppa, em 27 de novembro de 2016 da E.'.V.'.

"Ninguém pode ser reconhecido como Maçom enquanto continuar servo das suas paixões,  escravo das suas crenças e  cego pelos bens deste mundo." ......
Jean Mourgues
 
 
--------------------------
 
 
 
Ir.'. Lamartine Babo
10/01/1904 - 16/06/1963
 
A VERDADE

“De vez em quando os homens tropeçam na Verdade, mas a maioria deles, se levanta rapidamente e continua seu caminho como se nada tivesse acontecido. Não será, porventura, a Maçonaria essa grande Verdade onde os homens tropeçam de quando em vez?” (Ir.'. Lamartine Babo, célebre compositor de música popular brasileira, que integrou o quadro da Loja Estrela do Rio nº 123, jurisdicionada ao GOB-RJ.'.)
Do livro "Simbologia Maçônica dos Painéis: Lojas de Aprendiz, Companheiro e Mestre".


sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Reunião Conjunta de 7 LLoj.'. da 9ª Região

 
 
Foi realizada no último dia 29/11/2016 da E.'.V.'., no Templo da R Itaquera 181 - Vl Apiaí - Or.'. de Santo André - SP, reunião conjunta, composta de 7 LLoj.'. da 9ª Região Maçônica da GLESP, num clima de grande alegria e congraçamento, onde os IIr.'. presentes,  puderam estreitar ainda mais, os laços de fraternidade que os unem com verdadeiros IIr.'., conforme o descrito no convite acima.
 
As fotos abaixo comprovam o sucesso de tal evento, o que nos deixa muito realizados e com a total certeza da realização de muitos outros eventos semelhantes.
                                 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


 

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Fundador de nossa Loj.'., Ir.'. Gino Loreto Ianni, partiu para o Or.'. Eterno.




Cumpre-nos o doloroso dever de informar a todos os IIr.'. e amigos, a partida para o Or.'. Eterno, de nosso
 
Ir.'. GINO LORETO IANNI
 
                      15/06/1941 - Casalvieri - Fronzinone - Itália
13/11/2016 - Genova - Itália
 
 
Um dos fundadores e um dos mais queridos IIr.'. de nossa Loj.'., a A.'.R.'.L.'.S.'. "Stella Matutina" nº 685 - Or.'. de Santo André - SP, para  Or.'. Eterno, ocorrido no dia de ontem, 13/11/2016, na cidade de Genova - Itália, onde passava férias, juntamente com nossa Cun.'. Marilda. Nosso Ir.'. faleceu, vítima de acidente cardiovascular.
 
O corpo do Ir.'. Gino, foi transladado da Itália para o Brasil, sendo em seguida levado ao velório do Cemitério Municipal de Vila Euclides, sito na Pça da Saudade  nº 01 - Jardim do Mar - São Bernardo do Campo - SP, em 22/11/2016, ocasião na qual foi realizada a cerimônia de Pompas Fúnebres, em homenagem ao nosso Ir.'., sendo em seguida enterrado no mesmo cemitério.

O Ir.'. Gino Loreto Ianni, foi iniciado na Maçonaria no ano de 1995, na A.'.R.'.L.'.S.'. "Liberdade e Justiça" nº 380. No ano de 2000, transferiu-se para a A.'.R.'.L.'.S.'. "Frater Domus de Riacho Grande" nº 452, sendo que saiu da mesma, em 2007, para prestar seus valiosos préstimos, na fundação da A.'.R.'.L.'.S.'. "Stella Matutina" nº 658, no Or.'. de São Bernardo do Campo - SP., onde foi seu primeiro V.'. M.'. eleito, para a gestão de 2008/2009 e ali permanecendo até o final de seus dias, exercendo a função de Ir.'. Chanceler.

Era um perfeccionista e um Ir.'. extremamente dedicado, compenetrado, eficiente, sério e irrepreensível, quando tratava das coisas de nossa Ord.'. sendo por todos consultado quando alguma orientação sobre assuntos de nossa Ord.'. se fazia necessária.

Em seus sempre cuidadosos apontamentos pessoais, podemos dar-nos conta de toda a história de nossa Loj.'.

Era engenheiro mecânico, tendo trabalhado por vários anos na Volkswagen do Brasil, em São Bernardo do Campo - SP.

Casado com a Cun.'. Marilda Aparecida Grotti Ianni, deixa os filhos:  Gláucia Ianni Botter (casada com Fábio Botter) e Márcio Ianni (casado  com Alessandra), além dos netos Rafael, Ana Clara e Letícia.

Roguemos todos para que o G.'.A.'.D.'.U.'. dê ao nosso Ir.'., o descanso eterno e a paz merecidos, além de iluminar o seu novo caminho rumo ao Or.'. Eterno, e que dê também, muito conforto e força à sua família e aos IIr.'. de nossa Loj.'., que muito o admiravam.

O caminho de nossa Loj.'. hoje está mais triste, mas a Grande Loj.'. do Or.'. Eterno, está alegre, por ter entre seus IIr.'. do Quadro, tão valioso e valoroso Ir.'., que temos certeza, continuará colaborando para o contínuo desenvolvimento de nossa Amada Instituição.
 

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Palestra "A organização do HOG no Brasil"

No dia 07/11/2016 da E.'.V.'., foi realizada no Templo da A.'.R.'.L.'.S.'. "Stella Matutina" nº 658 - GLESP, da R Itaquera 181 - Vl Apiaí - Santo André - SP, a palestra com o tema "A organização do HOG (Harley Owners Group) no Brasil", foi proferida pelo Sr. José Osmar Kaiser Jr, engenheiro civil, capitão R1 de Artilharia do Exército Brasileiro, sócio da CMMR - Assessoria Comercial, atuando hoje no setor de peças automotivas em Curitiba, pertencendo ao "The One Curitiba Chapter", de Curitiba.

A palestra contou além da presenças dos IIr.'. de Loj.'., com a visita dos seguintes IIr.'.:
Erival Daré - Resp.'. Del.'. do 4º Dist.'. da 9ª Região Maçônica - GLESP;
Ir.'. Luiz Henrique - da Loj.'. "Amizade Fraterna - GOB;
Ir.'. José Eduardo - da Loj.'. "Colunas do ABC" nº 328 - GLESP;
Ir.'. Délcio Crocce - da Loj.'. "Arca da Aliança" nº 262 - GLESP;
Ir.'. Pedrotti - da Loj.'. "Fraternidade de Utinga" nº 176 - GLESP.
aos quais agradecemos a honra de tê-los entre nós nesta noite.

Após a palestra, os participantes contaram ainda, com o tradicional copo d'água, oferecido pela nossa Loj.'.

Tudo em um clima de muita amizade, cordialidade, participação e interesse de todos os participantes.

Agradecemos ao Ir.'. Paulo Tomaz, do quadro de nossa Loj.'., por ter-nos trazido tal palestra e aos IIr.'. Jerônimo, Marcelo e Ricardo, nossos Ir.'.do Quadro, pela organização do copo d'água.
 
Agradecemos também, a todos os IIr.'. cuja ajuda e participação,  tornaram possível tal evento.

E, agradecemos sobretudo ao G.'.A.'.D.'.U.'., por ter-nos concedido a oportunidade  de podermos aprender mais um pouco sobre um grupo de homens e seus sonhos, as motocicletas e uma imensa paixão em ajudar ao próximo, pelo trabalho que desenvolvem.

Rogamos ao G.'.A.'.D.'.U.'. que a todos proteja e guarde, juntamente com todos aqueles que lhes são caros, convidando todos os visitantes, sempre que quiserem, fazerem-se presentes em nosso Templo, iluminando e tornando mais fecundo ainda os nossos trabalhos.
 
Seguem as fotos do evento:

 
 


 
 
 



 
 
 

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Segredo Maçônico




Texto postado em 29/9/2016
por nosso Ir.'. Alexandre Sobral,
no Whats App - Grupo "Só Ir.'. 100"
 
 
SEGREDO ENTRE COLUNAS

Este é o meu segredo...

Vou deixar a Maçonaria.
Jamais irei afirmar que
nunca revelarei seus segredos
Devo admitir que
suas ações são discretas.
Entretanto, declaro que
seus integrantes nada fazem
e não acredito que
existe uma grande fraternidade
Afirmo categoricamente que
deixarei a Maçonaria.
E nunca vou dizer que
Ela é JUSTA E PERFEITA
Devo enfatizar esta verdade;
Sobre a Maçonaria...
 
 
Obs.: O verdadeiro SEGREDO está na leitura das frases de baixo para cima.

sábado, 17 de setembro de 2016

XXVII ERAC - Encontro Regional de AA.'. e CC.'.



 
 
Categoria : Agenda de Eventos e Atividades da Coligação
 
Data: 24/09/2016 - 08:00 - 12:00
 
Local: Av. Dom Jorge Marcos de Oliveira, 100 - Vila Guiomar, Santo André - SP
CEP 09090-480, Brasil
Telefone: 11-97271.3611
 
 
Desde já, reservem a manhã do próximo dia 24 de setembro, sábado, quando realizaremos o

XXVII ERAC – Encontro Regional de Aprendizes e Companheiros,

com o tema: “Maçonaria e Cidadania”

Para o encontro, está previsto a apresentação de 6 trabalhos elaborados por Aprendizes e Companheiros das Lojas patrocinadoras, além de palestras de abertura e encerramento proferidas por IIr.'. de grande relevância e conhecimento maçônico.
 
Maçonaria e Cidadania; Ética e Moral na Política Segundo a Ótica Maçônica; Os Ritos Maçônicos e a Política; Visão da Sociedade para com a Maçonaria; Maçom em Cargos Públicos; Maçons, Política e a Atuação em Movimentos Sociais; são os temas propostos para este XXVII ERAC.
 
O investimento para adesão como Loja patrocinadora é de R$ 350,00 e estará aberto apenas às 6 primeiras Lojas interessadas, que deverão manifestar sua intenção diretamente com o Ir.'. João Veiga (joao.v.garcia@terra.com.br ou 11-97271.3611), coordenador do evento.
 
A participação é gratuita e aberta a todos os IIr.'. , sendo que após a palestra de encerramento, será servido um almoço de confraternização, por adesão, ao custo de R$ 20,00/pessoa com bebidas cobradas à parte, cuja renda será destinada à Associação dos Ex-Combatentes do Brasil – Secção ABCDMRR, sita a Av. Dom Jorge Marcos de Oliveira, 100 – Vila Guiomar, em Santo André/SP, que graciosamente nos cederá o espaço de sua sede para realização deste ERAC.
 
Para o sucesso desta tradicional atividade da Coligação Maçônica do ABCDMRR, precisamos da ajuda das Lojas do ABCDMRR e dos IIr.'., a quem conclamamos a participarem e divulgarem o evento, que além de contribuir para nosso aprimoramento pessoal, também será uma ótima oportunidade de nos confraternizarmos.
 
Participem deste grande evento promovido pela família maçônica do ABCDMRR.
Vamos mostrar que “Juntos somos mais fortes” 

terça-feira, 6 de setembro de 2016

A simbologia da Romã

Enviado por email em 06/09/2016 pelo
Ir\Cleverson Fidelis   A.'.M.'.
Obr.’. da A.’.R.’.L.’.S.’.”Stella Matutina” nº 658
Or.’. de Santo André - SP

Normalmente colocadas sobre os capitéis das duas colunas que marcam a entrada do Templo estão seis romãs, três sobre cada um dos capitéis.

O Templo de Salomão teria representadas sobre as suas colunas de entrada nada mais, nada menos do que quatrocentas romãs (Reis, Cap VII, vers 18 a 20) e (Crônicas, Cap IV, Vers 13)

O L.’. L.’. em Exodus, Cap XXVIII nos ensina, que as romãs estavam esculpidas no Templo de Salomão em Jerusalém, como símbolos de retidão ou honradez.

Na mitologia iraniana, o fruto desejado da árvore sagrada era a romã, e não a maçã, como o que  sempre foi divulgado no Ocidente.

O Velho Testamento refere a Romã, onze vezes, enquanto o Novo Testamento, a omite totalmente.

A romã possui 613 sementes, tal qual os 613 mandamentos judáicos “Mitzvots”, presentes no Livro Sagrado, a Torá.

Dessa forma, na tradição judáica, no feriado chamado “Rosh Hashanah”, dia em que começa o ano judáico, é comum consumir romãs, símbolo de renovação, fertilidade e prosperidade.

No antigo Egito o mês tinha três semanas de dez dias cada uma, e o ano doze meses, ou seja, 360 dias aos quais, para corrigir a anomalia astronômica, foram acrescentados cinco dias que eram os correspondentes aos aniversários dos deuses Osíris, Hórus, Set, Isis e Néftis.

Esses cinco dias acrescidos, eram considerados de mau agouro, e para aplacar o azar, eram oferecidas romãs, colocadas nos altares e semeadas no parque funerário, três romãs, simbolizando o Egito, mais cinco em honra aos cinco deuses patronos dos cinco últimos dias, e mais sete, em homenagem às sete trajetórias que as almas deviam percorrer para purificar-se.

A Romã é de difícil uso como alimento, porque a separação dos grãos, firmemente inseridos em sua polpa, exige certa habilidade, mas o seu suco, obtido com o esmagamento das suas sementes, que na realidade se constituem cada uma em um fruto separado, é de fácil obtenção.

A casca é grossa e robusta; quando bem maduro o fruto rompe-se, pondo à mostra alguns grãos; quando colhida e deixada em lugar quente, a Romã seca lentamente, não apodrece e mesmo seco é utilizado.

O interior apresenta duas câmaras, a alta que contém cinco celas onde se espremem dezenas de grãos e a câmara baixa, que se apresenta da mesma forma, os grãos têm no centro, uma diminuta semente branca e ao redor uma grande parte carnosa e transparente que as unem.

Os frutos representam os maçons que estão no Oriente Eterno, são pedras totalmente polidas que abrilhantam o Reino Celestial. As câmaras simbolizam a vida externa e a interna, ou seja, a mente humana e o espírito. As cinco células da Câmara Alta representam as fases intelectuais onde se estuda a razão da verdade eterna o conhecimento, o impulso para o elevado, para a moral e para a perfeita harmonia, também representam ao mesmo tempo as cinco raças humanas perfeitamente unidas e sem preconceitos, também recordam as cinco idades do homem; a embrionária, a infância, a do aprendizado, a construtiva e a madura.

As três células da Câmara Baixa correspondem ao aprendizado, ao companheirismo e ao mestrado.

As três substâncias do homem, sangue, carne e ossos, o homem Templo, o homem Altar e ao homem Alma, as três luzes, o V.’.M.’. e os Vvig.’. 

O formato externo representa a Terra, seja pela sua esfera, seja pela sua coloração e conteúdo e expressa na sua coloração a realidade.

A coroa de triângulos ou coroa da virtude, do sacrifício, da ciência, da fraternidade e do amor ao próximo está colocada numa extremidade da esfera.

A flor rubra representa a chama do entusiasmo que conduz o Neófito ao seu destino, iluminando a sua jornada.

As cores da Romã simbolizam o verde, o reino vegetal; a amarela, o reino mineral; e a vermelha, o reino animal.

As membranas brancas, que não constituem cor, mas a mistura de todas as cores como as obtidas quando o raio transpassa o cristal formando o arco-íris, simboliza a paz e o amor fraterno. O que mantém as sementes unidas na Romã é a sua pele interna. Essa pele, feita da mesma substancia carnuda e consistente da casca e do miolo, representa o selo, ou seja, o sigilo maçônico.

A Romã é uma fruta bastante diferente das demais e não foi por acaso que entrou como peça decorativa dos Templos Maçônicos. A sua casca, dura e resistente representa a Loja em si, o templo material e as sementes representam os OObr:. Sendo cada semente diferente da outra, em tamanho e formato, mas o paladar é único.

Na Maçonaria, os grãos da Romã, mergulhados na sua polpa transparente, simbolizam os maçons unidos com a energia e a força necessárias para realizarem o trabalho.

Rompido esse selo, as sementes ficam expostas ao ataque de pragas, deteriorando-as e estas perdem assim sua finalidade.

Igualmente na Loj.’., todos os nossos assuntos carecem da proteção do sigilo, sob pena de rompido este, a Loj.’. que é uma romã, venha a sofrer sérias consequências como a perda da coesão, da união que deve reinar em nosso meio em prol o bem comum.

Bibliografia: 
 
Nicolau Sevcenko, Prof. de História da Cultura - USP 
Ritual de A.’.M.’. do REAA - 4ª Instrução de A.’. M.’.